O QUE FAZER EM BANGKOK? CONHEÇA 10 LUGARES IMPERDÍVEIS

21 março 2018 / By NANDAN / PÉ NA ESTRADA,Tailândia

O QUE FAZER EM BANGKOK? CONHEÇA 10 LUGARES IMPERDÍVEIS

Descobrir o que fazer em Bangkok é tudo o que um apaixonado por cidades grandes sonha em fazer… hehehe… mesmo tendo ficado 21 dias aqui em Bangkok, sinto que poderia ter ficado muito mais!

Tive tempo de percorrer o circuito turístico e muito pouco do circuito alternativo… Esses são os 10 lugares imperdíveis para se conhecer em Bangkok!

 

1. Wat Phra Chetuphon – BUDA RECLINADO

Sem dúvidas… Wat Pho é o melhor templo de Bangkok!

Um complexo com 8 templos, várias pagodas, estátuas, corredores, portões… Aqui você pode ver todos os templos em um só templo!

Seu nome atual é Wat Phra Chetuphon Vimolmangklararm Rajwaramahaviharn e é conhecido como o Templo do Buda Reclinado por ter uma estátua do Buda deitado de 15 m de altura e 46m de comprimento.

O Templo do Buda Reclinado é uma das maiores estátuas do Buda na Tailândia. A enorme estátua do Buda Reclinado é umas das maiores e mais bonitas estátuas que eu já vi do Buda.

No complexo existem mais de 1.000 imagens do Buda e é possível ver o Buda em diferente posturas.

Saiba mais no post BUDA RECLINADO

 

2. Templo Loha Prasart – Castelo de Ferro

Sem sombra de dúvida o Templo Loha Prasart tem a mais bonita arquitetura de Bangkok.

Loha Prasart foi um verdadeiro achado nessa viagem…. Na verdade, eu não tinha visto muito sobre ele na internet…

O significado  do Templo Loha Prasart é o Castelo de Ferro ou Templo de Ferro.

Ele é composto de 37 torres de metal dourado. Elas representam os 37 Fatores que são necessários para alcançar a iluminação segundo o Buda.

Próximo ao Loha Prasart, você ainda pode visitar dois templos ao lado, e se caminhar um pouco mais você pode subir até a Wat Saket, o Templo da Montanha Dourada.

Ao redor do Loha Prasart, você pode visitar tambem o Templo da Montanha Dourada, Templo Wednesday Buddha Temple, Templo Wat Ratchanatdaram e o Templo Wat Thepthidaram Worawihan. Todos esses templos são bem tranquilos de se visitar, geralmente não tem ninguém por perto… você também pode tentar ir nos horários das preces da manhã ou da tarde (8:30  ou (17:00)

Saiba mais no post Loha Prasat

 

3. MOCA

Eu sempre gostei de visitar museus. Eles me fazem pensar em como as pessoas viam as coisas no passado, mas aqui no MOCA meu sentimento é diferente… É como se eu estivesse no futuro.

Aqui na Tailândia, eu fiquei intrigado com as muitas pinturas dos templos que eu desconhecia. Existem muitas histórias locais representadas em pinturas místicas.

No MOCA, muitas dessas pinturas são representadas de forma moderna, as esculturas têm traços únicos da região, muitas obras do Budismo, do Hinduísmo e da monarquia tailandesa. Esse museu mostra a forte influência da religião na cultura da Tailândia.

Sem dúvida nenhuma o MOCA é o melhor museu de Bangkok!!!

Saiba mais no post MOCA

 

4. Museu Nacional de Bangkok

O Museu Nacional de Bangkok abriga a maior coleção de arte tailandesa e artefatos históricos do país, foi aberto em 1874 pelo rei Chulalongkorn (Rei Rama V) para exibir relíquias do período de governo de seu pai, o rei Mongkhut (Rei Rama IV).

O Museu Nacional de Bangkok é o principal museu da Tailândia e também o maior museu do Sudeste Asiático.

O Museu tem diversas salas com um grande número coleções, eu destacaria:

  • Galeria da história tailandesa
  • Galeria de Prehistória
  • Templo do Bhuddhaisawan
  • Tesouros de ouro
  • Inscrições de pedras
  • Escultura em madeira
  • Trajes e têxteis
  • Instrumentos musicais
  • Salão das Carruagens Funerárias

Saiba mais no post Museu Nacional de Bangkok

 

5. WAT ARUN – O Templo do Amanhecer

Wat Arun é um templo majestoso. Você cruza de barco o Rio Chao Phraya e entra em um de seus sonhos.

Você pode optar por fazer um passeio de barco pelo Rio Chao Phraya e visitar diferentes pontos turísticos ao redor do rio. Almoçar no Pier Si Pha Ya.

Mas cuidado, existem diferentes serviços com os mais diferentes valores. O mais comum entre turistas é o Ferry de Bandeira Azul que tem uma opção de passe livre para um dia custa cerca de 150 Bath. Existem outras opções por 35 bath por trajeto.     

Saiba mais no post Wat Arun

 

6. Wat Tramit – o Templo do Buda Dourado

Uma estátua do Buda em ouro puro de 5 toneladas… estimado em 2013, no valor de 250 milhões de dólares.

Mas esse Buda, já passou duas centenas de anos encostado em algum lugar… sem nenhum valor! Dá para acreditar?!?

As origens desta estátua são incertas. Ela estava coberta por uma massa e passou anos como se fosse uma estátua de “gesso”. Como por aqui, estátua é o que não falta… Essa estátua ficou encostada Wat Chotanaram, localizado perto de Chinatown, mas o templo caiu em ruínas e foi fechado, então a estátua foi transferida para sua localização atual Wat Traimit em 1935.

Desse templo, você pode caminhar até Chinatown e se sentir literalmente em um bairro chinês comer em um dos restaurantes típicos chineses.

Saiba mais no post Wat Trai Mit

 

7. Wat Phra Kaew – Templo do Buda de Esmeralda

O Wat Phra Kaew, que significa “Capela Real” está situada ao lado do Grande Palácio, antiga residência da monarquia tailandesa.

Wat Phra Kaew contém o Templo do Buda de Esmeralda, o templo mais sagrado da Tailândia.

Apesar de eu não ter gostado de visitar o Grande Palácio por causa da superlotação de turistas, seria injusto não dizer que sobre a beleza do Wat Phra Kaew.

Apesar do local ser super cheio, com gente te esbarrando todo tempo, pessoas gritando, eu ainda acho que é um local que você precisa conhecer, seria como como visitar a Tailândia e não comer Pad Thai.

Saiba mais no post Wat Phra Kaew.

 

8. SEA LIFE Bangkok Ocean World

Sea Life é um aquário e apesar de saber que os animais estão presos em aquarios, eu acredito que essa ainda seja uma forma de conscientizar a preservação de nossos animais e planeta.

Saiba mais sobre o Sea Life

 

9. Dusit Zoo

Dusit Zoo é um zoológico e como o Sea Life os animais estão em gaiolas. Eu sempre visito zoológicos, essa é uma forma de ver os animais do país e conhecer um pouco sobre a fauna desse lugar.

Muitos animais estão em extinção e provavelmente os zoológicos ainda são uma forma de preservar alguns desses animais que viviam em cativeiros “ilegais”, pois muitos desses animais foram resgatados desses cativeiros e essa talvez seja uma forma de “cuidar” desses animais que não podem mais voltar ao seu habitat natural.

Entre os animais em extinção, o orangotango foi o que me deu mais tristeza em vê-lo. Nitidamente você vê que ele está incomodado de estar ali, dá para ver que ele entende que ele está preso. Então eu penso, o que nós estamos fazendo como os outros habitantes desse nosso planeta?

Saiba mais sobre o Dusit Zoo

 

10. Mercado Noturno

Existem muitos mercados noturnos por toda a cidade. Eu não vou indicar um em específico, porque eu visitei vários deles e todos são muito divertidos. Nesses mercados, você encontra uma grande quantidade de “barraquinhas” vendendo comida, roupa, artesanato. Você pode cortar o cabelo ou até fazer uma tatuagem.

Talvez o mais conhecido entre os viajantes seja o Khao San Road Night Market, porém ele não retrata muito os mercados noturnos da Tailândia. Ele retrata mais um local turístico do que um mercado noturno de Bangkok, mas é um bom local para encontrar outros viajantes.

Google Mapa dos Templos de Bangkok


O pior sofrimento é seu apego ao sofrimento, se sua mente estiver lotada de palavras e pensamentos não existe espaço para você.

Eu gostaria de convidar você a aprender como eliminar seu estresse, ansiedade e depressão.

Este é um Curso Online simples e completo com instruções passo a passo para você meditar corretamente, pois a sua mente é a fonte da sua felicidade.

About The Author

NANDAN

Sou um Yogi, formado em odontologia e tenho dedicado meus últimos anos ao trabalho voluntário.Concentrei meus estudos em pesquisas de dores orofaciais e crônicas, o que me levou a fazer uma especialização e mestrado na Escola Paulista de Medicina.Conheci o Yoga em 2003 e mudou a minha vida. Em 2005, eu já morava em Kerala, no Sul da India, onde permaneci por 7 anos em busca da realização através dos ensinamentos do Yoga. Fiz vivências em diferentes centros e tive também a oportunidade de conhecer e conviver com mestres iluminados.O eco no meu coração é Servir!

Leave a Comment

O QUE VOCÊ ACHOU?