NOVA DELHI

04 fevereiro 2017 / By NANDAN / PÉ NA ESTRADA

A primeira vez a gente nunca esquece!

Conhecer Nova Delhi… Conhecer a India… pela primeira vez… não foi nada fácil!

Em dois dias andando por aqui, eu já queria ir embora! Kkkk

Eu conheci uma garota no hostel que havia chegado à 5 dias e já tinha decidido ir embora da India… Ela não aguentava mais… e eu não podia dizer nada… porque eu também queria ir embora… kkkk

Em 2005, quando eu vim pela primeira vez para a India, a gente não tinha tantas informações turísticas e nem acesso fácil de internet.

Mesmo sabendo que as coisas eram difíceis por aqui, existia um romantismo espiritual que a India ia me acolher no melhor espírito da palavra Namastê!

NAMASTÊ!

O Deus que vive em mim,

Saúda o Deus que vive em você!

O grande problema é que os turistas são super explorados.

Existe uma camiseta famosa que resume os problemas que a gente encontra por aqui

No Rupee

No Richshaw

No Hashish

No Problem

Com uma população de mais de 1 bilhão de pessoas, o numero de pessoas com dificuldades financeiras é diretamente proporcional.

Eu li em um guia antes de vir para cá que dizia:

NUNCA DIGA QUE É A SUA PRIMEIRA VEZ NA INDIA!

Eu achei meio ridículo, ter que dizer isso… e claro que eu não disse!!! kkkkk

Um conselho… diga!!!

Os turistas de primeira viagem são uma presa fácil.

Depois de entender a dinâmica das negociações, truques e enganações dos exploradores do turismo o problema #01 da India fica resolvido.

Em meu terceiro dia, eu aprendi!!! Kkkkk

Comecei a conhecer pessoas fantásticas, a receptividade, a simplicidade e a alegria da India.

Em Nova Delhi, existem mais de 50 monumentos antigos, é uma cidade riquíssima em cultura e lazer.

Hoje ela é a minha cidade preferida para visitar templos, fazer compras e comer!

Pra contar tudo sobre Nova Delhi, eu vou precisar escrever uma serie com minhas andanças por essa cidade super incrível!

About The Author

NANDAN

Sou um Yogi, formado em odontologia e tenho dedicado meus últimos anos ao trabalho voluntário.Concentrei meus estudos em pesquisas de dores orofaciais e crônicas, o que me levou a fazer uma especialização e mestrado na Escola Paulista de Medicina.Conheci o Yoga em 2003 e mudou a minha vida. Em 2005, eu já morava em Kerala, no Sul da India, onde permaneci por 7 anos em busca da realização através dos ensinamentos do Yoga. Fiz vivências em diferentes centros e tive também a oportunidade de conhecer e conviver com mestres iluminados.O eco no meu coração é Servir!

Leave a Comment

O QUE VOCÊ ACHOU?